Resenha: “O Buda dos subúrbios”, de Hanif Kureishi

Um dos melhores livros lidos este ano: "O Buda dos subúrbios", obra clássica contemporânea do inglês Hanif Kureishi. Eu já li outros dois livros do autor "A última palavra" e "Intimidade", sugiro que você coloque este autor na sua lista de leituras, ele é MUITO bom! Eu tive a oportunidade de estar pessoalmente com Hanif … Continuar lendo Resenha: “O Buda dos subúrbios”, de Hanif Kureishi

Resenha: “A última palavra”, de Hanif Kureishi

O filósofo e escritor Hanif Kureishi (Londres, 05/12/1954), de pai paquistanês e mãe inglesa, ainda não é um autor muito conhecido no Brasil, mas foi editado no país,  "A última palavra", pela Companhia das Letras, além dos livros citados abaixo. Coloquem esse autor na lista, ele é MUITO BOM! Essa foto é minha (2015). O … Continuar lendo Resenha: “A última palavra”, de Hanif Kureishi

Resenha: Admirável mundo novo, de Aldous Huxley

"Admirável mundo novo" foi publicado em 1932 e começa com um longo prefácio escrito em 1946, onde o autor tenta justificar suas falhas artísticas. Pensou em reescrever, corrigir, mas acreditou que perderia a essência da obra. Contudo, não deixou de sentir uma espécie de remorso artístico, deve ter recebido críticas ruins na época. E vai … Continuar lendo Resenha: Admirável mundo novo, de Aldous Huxley

Resenha: “Gente feliz com lágrimas”, do português João de Melo

A primeira resenha do ano! Essa obra eu comecei a ler em dezembro, pensei que conseguiria postar no ano passado, mas a resenha saiu agora. Por isso, este livro não está na minha Lista de vinte e quatro livros para 2018. Serão, pois, vinte e cinco resenhas (espero e no mínimo),  neste ano. Este é … Continuar lendo Resenha: “Gente feliz com lágrimas”, do português João de Melo

Nove anos Falando em Literatura!

Nove anos. Eu nunca fiz e acho que nunca vou conseguir fazer o blog "dos meus sonhos", que seria com atualizações diárias. Não dá. Ler exige tempo. Ler do jeito que eu leio, sem pular páginas, criticamente, pensando sobre a obra para tentar resumir depois em uma resenha, não é coisa ligeira. Fora que nem … Continuar lendo Nove anos Falando em Literatura!

Resenha: “A República dos Sonhos”, de Nélida Piñón

– Cuidado, Eulália, desconfie das palavras. Elas tanto afirmam quanto desdizem. E isto por conta da nossa vaidade. ( p.14) Ler "A república dos sonhos" é ler uma vida inteira. É ler a saga de uma família, três gerações. É ler a história do Brasil, sua política, usos e costumes. É desvendar o sentimento imigrante não … Continuar lendo Resenha: “A República dos Sonhos”, de Nélida Piñón

Resenha: “O estrangeiro”, de Albert Camus

Essa é uma das leituras mais complicadas que já fiz. A análise não está completa, talvez nunca esteja, ainda estou pensando. Depois de ter lido "A queda" e ter adorado, emendei com "O estrangeiro", que é uma das obras mais conhecidas de Albert Camus. História complexa. Confesso que me faltam recursos "técnicos" em Psicologia para … Continuar lendo Resenha: “O estrangeiro”, de Albert Camus