Francisco Brennand, o Gaudí brasileiro

Pesquisando para o post sobre o Parque dos Poetas em Portugal, descobri o artista pernambucano Francisco Brennand e fiquei completamente fascinada. Descobri que existe uma semelhança de estilo com o Gaudí catalão (pelo menos eu acho!), o que criou a Sagrada Família em Barcelona. Os brasileiros cruzam o Atlântico para conhecer as obras de Gaudí, … Continuar lendo Francisco Brennand, o Gaudí brasileiro

Resenha: “Liberação”, de Luis Goytisolo

Resenha do livro "Liberação", do espanhol Luis Goytisolo

Resenha: “Bartleby e companhia”, de Enrique Vila- Matas

O prolixo Enrique Vila- Matas (Barcelona, 1948), publicou o seu primeiro livro em 1973, "Mulher no espelho contemplando a paisagem"; a última obra recém- publicada (2017), "Mac e seu contratempo", é o 29º romance. Também é ensaísta, possui  treze livros publicados nesse estilo, além de outros textos em coletâneas. É um dos escritores mais premiados da atualidade, cerca … Continuar lendo Resenha: “Bartleby e companhia”, de Enrique Vila- Matas

Exclusivo para o Falando em Literatura: Lúcio Autran

O escritor Lúcio Autran (Rio de Janeiro, 1957) é poeta e filho do grande e saudoso Autran Dourado (Patos de Minas, 18/01/1926 - Rio de Janeiro, 30/09/2012). Lúcio escreveu este artigo, "Práticas  editoriais no Brasil: no fio da inconstitucionalidade e da ilegalidade", extremamente necessário, uma chamada de atenção sobre a edição no Brasil. Qual o seu poder, … Continuar lendo Exclusivo para o Falando em Literatura: Lúcio Autran

Resenha: Bibliomania, de Gustave Flaubert

Bibliomania é a mania compulsiva de colecionar livros. A patologia pode ser detectada quando a pessoa coleciona livros iguais, do mesmo autor, mesma edição, sem a menor utilidade e que não teria valor para um verdadeiro colecionador. Mas, no nosso caso, vamos falar de ficção: "Bibliomania", conto do escritor francês Gustave Flaubert (Ruão, 12/12/1821 – Croisset, 08/05/1880). Gustave Flaubert fotografado … Continuar lendo Resenha: Bibliomania, de Gustave Flaubert

Livraria com charme: La central (Callao, Madri)

A livraria espanhola La Central foi fundada em 1995 em Barcelona, possui umas lojas encantadoras. É uma das minhas livrarias preferidas, pois encontro literatura brasileira original, coisa que não é tão fácil por aqui. Visitei ontem a loja que fica no centro de Madri, na Plaza de Callao e fiquei admirada em ver tantos escritores brasileiros … Continuar lendo Livraria com charme: La central (Callao, Madri)

O poeta louco e maldito: Leopoldo Maria Panero

Faleceu nesse mês de março o poeta Leopoldo Maria Panero  (Madri,16 de junho de 1948 - Ilhas Canárias, 5 de março de 2014). Seus pais, Leopoldo Panero e Felicidad Blanc, também eram poetas, assim como seu irmão Juan Luis Panero. Panero formou- sem em Letras na Universidade Complutense de Madri e Filologia francesa na Universidade Central … Continuar lendo O poeta louco e maldito: Leopoldo Maria Panero