Resenha: “Nós que apagamos a lua”, de Alana Freitas

Esta é uma obra especial, porque tem uma carga afetiva intrínseca: ela foi escrita por uma colega da Universidade Estadual de Feira de Santana. Daquela menina juveníssima, a mais precoce da sala, recordo a alegria, o companherismo, as intervenções sempre inteligentes e do seu comprometimento com o mundo das Letras. Agora, já doutora das Letras, … Continuar lendo Resenha: “Nós que apagamos a lua”, de Alana Freitas

O fim das bancas de jornais?

A era digital acabou com 50% das tradicionais bancas de jornais e revistas nos últimos 20 anos na Espanha. A tendência é mundial, assim também aconteceu no Brasil. Bairro de San Pascual, Madri. As bancas são chamadas de “quiosco”. A realidade parece pior que a estatística citada. Depois de ver a notícia no telejornal espanhol, … Continuar lendo O fim das bancas de jornais?

PDF grátis: “Paisagens sígnicas: uma reflexão sobre as artes visuais contemporâneas”

Um bom livro que reflete sobre as artes contemporâneas sob várias perspectivas: histórica, semiótica, filosófica, que serve como introdução às artes. Possui uma boa bibliografia para ajudar na sua pesquisa. A publicação é da Universidade Federal da Bahia. Então segue o PDF grátis de "Paisagens sígnicas: uma reflexão sobre as artes visuais contemporâneas”, da professora … Continuar lendo PDF grátis: “Paisagens sígnicas: uma reflexão sobre as artes visuais contemporâneas”

Resenha: “Uma furtiva lágrima”, de Nélida Piñón

Este é um dos melhores livros escritos em português. "Uma furtiva lágrima", de Nélida Piñón é comparável ao "Livro do desassossego", de Fernando Pessoa. Narrar é prova de amor. O amor cobra declarações, testemunho do que sente. Fala da desesperada medida humana. Como amar sem os vizinhos saberem? Sem tornar pública a paixão que alberga os … Continuar lendo Resenha: “Uma furtiva lágrima”, de Nélida Piñón

O perfume de Clarice Lispector

Qual era o perfume que Clarice usava? Ela contou em uma de suas crônicas para o Jornal do Brasil. Os textos posteriormente foram reunidos no livro "Aprendendo a viver", um dos meus preferidos. A minha edição de 2004 abaixo, amada e surradinha de tão usada: As crônicas são confessionais. Podemos conhecer melhor Clarice Lispector através … Continuar lendo O perfume de Clarice Lispector

PDF grátis: “Felicidade clandestina”, de Clarice Lispector

Nesta obra, "Felicidade clandestina", de Clarice Lispector, que você pode baixar gratuitamente aqui, há um dos melhores contos da literatura brasileira: "Felicidade clandestina", que deu nome ao livro. Clarice Lispector Que felicidade ter um livro querido e desejado nas mãos, não é? A menina do conto, talvez a voz da menina Clarice, sentiu essa "felicidade … Continuar lendo PDF grátis: “Felicidade clandestina”, de Clarice Lispector

Quantos livros você lê por ano?

Que tipo de leitor você é? Lê muito ou pouco? Por obrigação ou prazer? Lê livros inteiros ou só fragmentos? Lê só nas férias? Lê em todos os lugares, até de pé no ônibus ou metrô? Detesta ler, mas sabe que é necessário? Que tipo de leitores são as brasileiras e brasileiros?